Mudar as escovas limpa-vidros a cada dois anos

escovas limpa-vidros

A visibilidade é essencial para uma condução segura, a par com a concentração, a atenção e o zelo. Mas muitos condutores ainda descuram a limpeza dos vidros e a manutenção de um campo de visão desimpedido. Uma das falhas mais frequentes é a substituição das escovas limpa-vidros.

Para quem não sabe, as escovas limpa-vidros são determinantes na segurança rodoviária e na manutenção de um campo de visão desimpedido para prevenir acidentes. Por essa razão, as escovas limpa-vidros devem ser substituídas, no mínimo, de dois em dois anos, caso contrário, a condução pode tornar-se perigosa.

 

Porque mudar as escolas limpa-vidros?

  • Desgaste: com o tempo e o funcionamento, as escovas limpa-vidros vão ficando desgastadas, o que faz com que deixem de limpar convenientemente o pára-brisas e o vidro traseiro da viatura.
  • Ruído: usar escovas limpa-vidros gastas pode provocar ruído no ato da escovagem, uma vez que o deslizamento no vidro já não tem a mesma eficácia. Esse ruído é bastante desagradável e pode prejudicar a atenção que o condutor presta à estrada.
  • Visibilidade: ao limpar com menos eficácia, o vidro fica enevoado e sujo, o que prejudica significativamente a visibilidade e pode ser perigoso para o condutor, para os peões e outros automobilistas.

 

Quando mudar as escovas limpa-vidros?

De acordo com os especialistas, as escovas limpa-vidros devem ser mudadas a cada dois anos, período após o qual se estima que percam as suas faculdades e a capacidade de limpar convenientemente o para-brisas e o vidro traseiro da viatura.

De referir que, a cada viatura, corresponde um tipo e formato de escova diferente, consoante a marca e o modelo do automóvel que conduzir. Para não se enganar, aconselhe-se com o seu mecânico ou com um especialista em peças auto. Não coloque em perigo a sua vida e a dos outros. Troque as escovas do seu carro nos prazos recomendados.

 

Para saber mais ou comprar escovas limpa-vidros, consulte-nos!

%d bloggers like this: