Tipos de óleo de motor

Muitas pessoas pensam que o principal motivo de andamento de um veículo é o combustível, no entanto o óleo do motor é essencial para o mesmo funcionar de forma correta.

Para o funcionamento do carro, é extremamente fundamental os líquidos lubrificantes. E, dependendo das características de cada veículo, cada um deve usar o tipo de óleo indicado.

O óleo do veículo tem como objetivo principal lubrificar os componentes móveis do interior do motor, fazendo que não haja nenhum inconveniente com as peças metálicas e fazendo que tudo funcione como o pretendido. O óleo ajuda também para que as temperaturas do veículo se mantenham dentro da normalidade e não subam em demasia.

Óleos de motor

Podemos dividir os óleos de motor em 3 categorias principais:

  • Minerais

Os óleos minerais resultam do pretóleo “cru”, sendo estes depois refinados para poderem lubrificar as partes móveis de um veículo.

  • Sintéticos

Estes tipos de óleo são desenvolvidos artificialmente. São mais eficazes num intervalo de temperaturas maiores e são desenvolvidos para serem capazes de funcionar durante muitos quilómetros. Os óleos sintéticos são os mais usados nos automóveis mais recentes.

  • Semi-sintéticos

Os óleos semi-sintéticos são desenvolvidos a partir dos outros dois óleos. Este tipo de óleo não aguenta tanto como os óleos sintéticos mas é mais barato.

Contudo, estes óleos são mais eficazes e menos perigosos para o veículo do que os óleos minerais.

Como distinguir os tipos de óleo

Cada tipo de óleo tem a sua própria denominação. Todos os óleos têm diversas formas de serem destingidos.

Pode conseguir distinguir os diferentes óleos a partir do seu preço. O óleo sintético é mais caro, o óleo semi-sintético é ligeiramente mas barato e o óleo mineral é o mais barato de todos.

Outra forma de saber distinguir os óleos é a partir da sua designação, ou seja, em cada embalagem de óleo está presente dois algoritmos separados por uma letra, o W. Como por exemplo, 10W40, 20W40, 10W30. O algoritmo antes da letra W, significa como o óleo se comporta quando o motor não está em funcionamento. Depois da letra W, diz respeito à viscosidade do óleo. A melhor opção de óleos é aquela que apresenta dois algoritmos abaixo.

Em relação à viscosidade do óleo a melhor é aquela que seja menos viscosa, pois assim o óleo consegue chegar mais rapidamente a todas as partes do motor, conseguindo assim lubrificar todos os componentes internos.

%d bloggers like this: